Quarta, 26 Agosto 2020 13:38

NUCLEP conclui importante modernização de um dos maiores tornos verticais do mundo

Reprodução: Portos e Navios

A Nuclep concluiu este mês mais uma importante etapa na modernização de seu parque fabril. O torno vertical com mesa de 7.500 mm de diâmetro suporta peças com até 500 ton. e tem capacidade de usinar o diâmetro máximo de 16.000mm e altura de 10.500mm.

Entusiasmado, o diretor industrial da Nuclep, CMG (EN) Affonso Alves, afirma que o torno vertical é um diferencial na capacidade industrial brasileira. Uma conquista que deve ser explorada em todas as demandas estratégicas de peças de grande porte. “Estamos prontos não apenas para absorver as demandas do Programa Nuclear Brasileiro, mas para atender as necessidades de caldeiraria e usinagem de peças de grande porte, pesadas, de grande altura ou diâmetro”, disse.

A placa, atualizada tecnologicamente, contém o novo Comando Numérico Computadorizado – CNC, e o Torno, sozinho, pode realizar diversas operações como tornear, fresar, furar, mandrilar, entre outras.

Segundo o presidente da Nuclep, C.Alte. Carlos Henrique Silva Seixas, o objetivo é tornar a Nuclep ainda melhor e diferenciada no mercado, prospectando mais oportunidades comerciais para a empresa. “A máquina faz exatamente o que as outras empresas não conseguem fazer devido às dimensões que ela tem. Essa estrela, que tem um raio de usinagem de até 16 metros, ninguém tem. O torno abrirá nossas portas a mais obras de setores que já atendemos como nuclear, naval, defesa, petróleo e gás, energia, mineração”, disse.