Quinta, 22 Outubro 2020 18:26

DEPOIS DO INÍCIO DA MONTAGEM DO REATOR, NUCLEP ESTÁ PREPARADA PARA SEGUIR NA CONSTRUÇÃO DO SUBMARINO NUCLEAR BRASILEIRO

Reprodução: Petronotícias
A NUCLEP  já está preparada para dar prosseguimento ao projeto de construção do primeiro submarino nuclear brasileiro, o “Álvaro Alberto”. O bloco onde ele será alojado o vaso do reator  já está sendo confeccionado nesse dentro do galpão da empresa, em Itaguaí, no Rio de Janeiro.  Alguns funcionários também preparam  o  piso fabril para receber o Bloco onde ficará o legítimo reator nuclear do SN-BR. O Presidente da NUCLEP, Almirante Carlos Seixas, esteve com o Presidente Jair Bolsonaro no Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), em Iperó, para o lançamento do protótipo em tamanho real do futuro submarino de Propulsão Nuclear brasileiro, com tecnologia francesa. Também estiveram no Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica (Labgene), o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, o Diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo, Almirante Noriaki Waga, acompanhados ainda, do Diretor de Desenvolvimento Nuclear e de Tecnologia da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, E o Ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. Todos celebraram o início da montagem do reator no Labgene.

O Almirante Seixas, em conversa com o Presidente  lembrou que o vaso do reator foi construído pela empresa, assim como o ‘Bloco 40’ está sendo montado. Ele  explicou que essa etapa equivale ao batimento de uma quilha,  que marca o início da construção de um navio. “No projeto do submarino esse começo é marcado pela instalação de uma base de aço que será a base do reator nuclear”, disse. Falou também sobre os 40 anos que unem a empresa à Marinha e o orgulho para a NUCLEP em contribuir com sua para a manutenção da soberania nacional: “Falei ao Presidente que o vaso do Reator que será instalado hoje no Labgene foi construído na NUCLEP e que o bloco onde ele será alojado  já está sendo confeccionado, nesse exato momento, dentro do Galpão da NUCLEP, em Itaguaí. Disse ainda, que nós já estamos com alguns funcionários preparando o nosso piso fabril para receber o Bloco onde ficará o legítimo reator nuclear do SN-BR. Foi ótimo poder compartilhar isso com o presidente Bolsonaro e sentir a receptividade e a relevância com que ele trata todas essas ações.” Nas próximas fases, o reator, o motor elétrico e outros sistemas similares aos de um submarino de propulsão nuclear serão testados no Labgene. Na sequência, um reator similar ao que está sendo montado hoje em Iperó,  será instalado diretamente no SN-BR, no Complexo Naval de Itaguaí.