Segunda, 08 Novembro 2021 18:09

ÚNICO ENGENHEIRO DO BRASIL COM CERTIFICAÇÃO NIVEL III DA ASME RECEBE A MEDALHA DE HONRA AO MÉRITO NUCLEAR DA ABDAN

Reprodução: Petronotícias

O Engenheiro Cezar França, que trabalha na Nuclebras Equipamentos Pesados (NUCLEP), único no Brasil certificado pela Sociedade Americana de Engenheiros Mecânicos (ASME) como Nível III em Ensaios Não Destrutivos  para  construção, manutenção e recuperação de alguns dos equipamentos nucleares mais importantes e estratégicos às nossas Usinas, foi escolhido pela ABDAN (Associação Brasileira de Desenvolvimento das Atividades Nucleares) para ser um dos cinco homenageados e receber a medalha de Honra ao Mérito Nuclear, em cerimônia de gala realizada na Ilha Fiscal, no Rio de Janeiro.

A sua indicação foi um reconhecimento do Presidente da companhia, Almirante Carlos Seixas, que também participou da homenagem. Um dos destaques desse evento anual, Cézar agradeceu o recebimento da premiação: “Foi uma honra eu ter sido premiado. Eu não esperava. Eu me dedico à área há mais de quarenta anos e posso dizer que eu tenho uma experiência  especial no segmento nuclear no Brasil. No meu currículo tem os principais componentes fabricados pela NUCLEP. Consigo lembrar cada equipamento e componente que conseguimos entregar aos nossos clientes. Cada equipamento é algo novo, um desafio. São totalmente diferentes, desde componentes de usinas nucleares a cascos de submarinos. Agradeço muito ao presidente Seixas e a ABDAN pelo reconhecimento. Essa medalha consolida toda minha paixão e dedicação à NUCLEP e ao setor nuclear do Brasil”, disse.

Ao todo, foram homenageadas cinco importantes personalidades da indústria por suas contribuições ao desenvolvimento e expansão da tecnologia nuclear no país: O Almirante Marcos Sampaio Olsen, Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha; o assessor especial do Ministério de Minas e Energia, Ney Zanella, referência nas pautas relacionadas à tecnologia nuclear no Brasil; o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, pelos recentes avanços da agência para o registro de radiofármacos no Brasil; e o diretor de Radioproteção e Segurança Nuclear (DRS) da CNEN, Ricardo Guterres, pelo trabalho da diretoria que permitiram efeitos positivos imediatos para o setor.

O presidente da NUCLEP, enalteceu a indicação do seu funcionário à Medalha: “Cezar é parte da nossa história. É um digno representante da NUCLEP, empresa para qual se dedica há 40 anos de forma atuante e diferenciada. Para nós, é um orgulho afirmar que o único engenheiro Asme III do Brasil é um nuclepiano. Essa homenagem e indicação é resultado do seu desempenho, dedicação e consequente qualificação. Que essa premiação mostre a todos os nossos  profissionais que como Cezar também se dedicam há anos para o sucesso da empresa, de que é possível sim, sermos cada dia, um pouco melhor. Parabéns Cezar, a NUCLEP se orgulha da  sua trajetória”, afirmou.