Sexta, 22 Outubro 2021 11:37

CONSTRUÇÃO DOS SUBMARINOS E DE EQUIPAMENTOS NUCLEARES ATRAIU ESTUDANTES DA ESCOLA TÉCNICA DO ARSENAL DE MARINHA PARA A NUCLEP

Reprodução: Petronotícias

O desenvolvimento dos submarinos em construção no Brasil, feitos pela Nuclep, tem atraído muito interesse pelo conhecimento no país. Agora, a empresa recebeu a visita da Escola Técnica do Arsenal de Marinha (ETAM), que oferece cursos com especialidades voltadas para estruturas navais e de metalurgia. A visita fez parte de uma estratégia de capacitação da mão de obra industrial da Marinha para enriquecer a formação para os alunos. O grupo gostou do que viu e ficou impressionado com a capacidade fabril diferenciada da empresa. Também observaram de perto partes da obra de fabricação pela NUCLEP do BLOCO 40, parte do protótipo do reator nuclear que está sendo desenvolvido no Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP).

O Diretor Industrial, Alexandre Magalhães, e os Gerentes Gerais de Fabricação e Supervisão, Cezar França, e de Planejamento, Controle e Treinamento, Márcio Froufe e de Produção, Luiz Mario Alcantara, fizeram as honras da casa ao explicarem todos os detalhes dos processos de construção dentro da companhia. Pela Escola Técnica estavam 36 alunos, a coordenadora Catia de Oliveira Carvalho e o Diretor da ETAM, Sandro Melo Marques, que gostou do que viu, depois de conhecerem as instalações do Centro de Treinamento Técnico (CTT) e as duas fábricas. Ele disse que foi muito importante identificar ex-alunos da ETAM que hoje são funcionários da NUCLEP. “A sociedade brasileira precisa ter entendimento do que a NUCLEP representa no desenvolvimento na área do Ministério de Minas e Energia. Sentimos bastante satisfação, não só como militares, mas também como brasileiros”, afirmou.