Iniciativa de gerências da NUCLEP visita fábrica para melhorias das condições de trabalho. Com o intuito de deixar o ambiente de trabalho mais saudável e seguro, a Gerência Geral de SMS (Segurança, Meio Ambiente e Saúde) desenvolveu uma iniciativa multidisciplinar entre as Gerências de Medicina Ocupacional, Segurança do Trabalho, CIPA, Sindicato dos Metalúrgicos e a Assessoria da Presidência, que na última quinta-feira (03.09), visitaram os dois galpões da fábrica da NUCLEP para uma inspeção, identificando as necessidades urgentes da fábrica e aspectos de segurança do trabalhador. Segundo o CMG (Md) Álvaro Camelier: “Essa análise fará parte da agenda positiva empresa, visando melhorar a motivação, adesão e comprometimento entre os trabalhadores”. Estiveram presentes, o Gerente Geral de SMS, CMG (Md) Álvaro Camelier; o Assessor da Diretoria Executiva, Wagner Coelho; o Gerente de Segurança do Trabalho, Ronaldo Fialho; e como Representantes do Sindicato, os Técnicos Industriais, Melquizedeque Cordeiro, Marcio Ferraz e o Auxiliar de Pessoal, Sergio Golçalves; a Doutora Izabela de Oliveira e representantes da CIPA.
Parceria faz parte do Projeto ExtraMuros e oferecerá 40 vagas de capacitação profissional para moradores de Itaguaí. Inscrições serão no dia 15 de setembro. O Senac RJ irá abrir inscrições para o curso online gratuito de Assistente de Logística, que será ministrado em parceria com a NUCLEP – Nuclebrás Equipamentos Pesados. São 40 vagas voltadas para moradores de Itaguaí de baixa renda, oferecidas pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG). As inscrições serão realizadas na portaria da NUCLEP no dia 15 de setembro, de 9h às 12h. As aulas terão início no dia ‪22 de setembro. A parceria da NUCLEP com o Senac RJ integra o Projeto ExtraMuros, que visa contribuir para o desenvolvimento das comunidades do entorno. Essa parceria já promoveu anteriormente o curso de Assistente Administrativo, formando alunos diretamente para o mercado de trabalho. Com duração aproximada de quatro meses, o curso Assistente de Logística tem foco no desenvolvimento das competências profissionais para atuação nas atividades aos processos de operações logísticas e gestão de materiais. O aluno aprenderá a atuar nas operações relacionadas ao planejamento de suprimento de equipamentos, materiais e produtos, acompanhando e controlando atividades de estoque e armazenagem, movimentação, transporte e distribuição. O curso será realizado pela internet, em tempo real, de segunda a sexta, das 13h ‪às 17h‬. Para se candidatar às vagas é preciso comprovar renda familiar per capita de até dois salários mínimos, possuir comprovante de residência, comprovante de escolaridade do Ensino Fundamental II completo e cópias do documento oficial de identificação e CPF…
Ratificando sua capacidade fabril diferenciada e investindo no que nenhuma outra caldeiraria da América do Sul pode fazer, a NUCLEP concluiu este mês mais uma importante etapa na modernização de seu Parque Fabril. O Torno vertical com mesa de 7.500 mm de diâmetro suporta peças com até 500 ton. e tem capacidade de usinar o diâmetro máximo de 16.000 mm e altura de 10.500 mm. Entusiasmado, o Diretor Industrial da NUCLEP, CMG (EN) Affonso Alves, afirma que o Torno vertical é um diferencial na capacidade industrial brasileira. Uma conquista que deve ser explorada em todas as demandas estratégicas de peças de grande porte. “Estamos prontos não apenas para absorver as demandas do Programa Nuclear Brasileiro, mas para atender as necessidades de caldeiraria e usinagem de peças de grande porte, pesadas, de grande altura ou diâmetro”, disse. A placa, atualizada tecnologicamente, contém o novo Comando Numérico Computadorizado – CNC, e o Torno, sozinho, pode realizar diversas operações como tornear, fresar, furar, mandrilar, entre outras. Para o presidente da NUCLEP, C.Alte. Carlos Henrique Silva Seixas, o objetivo é tornar a NUCLEP ainda melhor e diferenciada no mercado, prospectando mais oportunidades comerciais para a empresa. “A máquina faz exatamente o que as outras empresas não conseguem fazer devido as dimensões que ela tem. Essa estrela que tem um raio de usinagem de até 16 metros, ninguém tem. O Torno abrirá nossas portas à mais obras de setores que já atendemos como Nuclear, Naval, Defesa, Petróleo e Gás, Energia, Mineração, e com essa máquina…
Criada para atender o Programa Nuclear Brasileiro e comprometida com os anseios do Governo em prover energia firme, segura e estratégica, a NUCLEP destaca aqui a importância social da energia nuclear. Como exemplo, citamos a relevância do Labgene, administrado pelo CTMSP, em São Paulo, e que se tornará uma referência no futuro, para os novos projetos de reforma nucleares nacionais, incluindo, as unidades modulares, que poderão gerar eletricidade para localidades remotas e plataformas de petróleo. Nós da NUCLEP apoiamos e incentivamos o @standupfornuclearbrazil que acontecerá dia 26/9 e reunirá países do mundo inteiro numa mesma intenção: promover a Energia Nuclear. Você também pode participar: Seguindo as páginas do evento nas redes sociais @standupfornuclearbrazil  Curtindo e compartilhando conteúdo Produzindo o seu próprio conteúdo e marcando o evento na publicação Você já pode começar a interagir com o movimento se inscrevendo gratuitamente pelo link abaixo no curso promovido pela ABDAN, ‘Tecnologias Nuclear sem Mistérios’:   Link para inscrição: https://url.gratis/I5Ex8 Vamos juntos?
Mesmo com as dificuldades impostas à economia mundial como consequência do Novo Coronavírus, a NUCLEP segue perseguindo seus prazos e compromissos previamente assumidos junto ao Setor de Energia, mais precisamente, na implantação de sua nova fábrica, que já funciona como uma Linha de Produção de Torres de Transmissão de Energia. Com a planta piloto em parceria, apoio técnico e comercial da empresa METHA, a NUCLEP já conta, hoje (10.8), com uma capacidade de produção de 1 mil toneladas de estrutura metálica por mês. A previsão é de que até setembro já estejam instalados outros cinco equipamentos novos, vindos da Itália, especialmente para a Linha de Produção, e que elevará essa capacidade de entrega de 1mil toneladas/mês para 3mil. Com a capacidade de produção triplicada, a NUCLEP se aproximará mais do faturamento necessário para que a empresa encontre sua perenidade e independência financeira. “Temos hoje um contrato assinado com o maior grupo privado do setor elétrico do Brasil, a Neoenergia. Neste acordo, entregaremos à empresa, até maio de 2021, cerca de 11.800 toneladas de estrutura metálica”, afirmou o Gerente Geral de Produção, Gilmax Araújo. A NUCLEP está fabricando oito tipos de torres para a Neoenergia. Nos próximos dias, duas serão testadas.   “Até o fim de agosto, início de setembro, as torres já estarão na Zincpower, em Campinas, para galvanização, e de lá seguem para os testes em Jacareí. Aprovadas, a NUCLEP entra em processo acelerado de produção com previsão de entrega do primeiro lote, com 3100 toneladas equipamentos metálicos à…
O presidente da NUCLEP, C.Alte (RM1) Carlos Henrique Silva Seixas, recebeu na última sexta-feira (31), uma Comitiva de Autoridades do Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha do Brasil (PROSUB), liderada pelo Vice-Almirante Noriaki Waga, diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), onde está sendo construído o LABGENE – parte essencial do Programa Nuclear da Marinha (PNM) – protótipo da planta nuclear do futuro e primeiro submarino com propulsão nuclear brasileiro. para o qual a NUCLEP constrói com sua expertise Nuclear e de Defesa, o seu reator. Faziam parte ainda da Comitiva da Marinha do Brasil, o C.Alte (EN) Koga – Gerente do Empreendimento Modular de Obtenção dos Submarinos; o CMG (EN) Westphalen – Coordenador de Obtenção dos Submarinos Convencionais e com Propulsão Nuclear; e o CMG Ricardo – Assessor de Inteligência da COGESN. Além das autoridades navais, estiveram pela primeira vez no piso fabril da NUCLEP, o Advogado Geral da União - AGU/SJU-SP, Dr. Carlos Freire Longato, e sua cônjuge, Dra. Maria Harumi Eguchi. Ao entrar na fábrica ambos não esconderam o entusiamo: “Essa é a minha primeira visita à NUCLEP, e de todas as fábricas que já visitei, essa tem o maior potencial. Interessante demais conhecer toda essa estrutura”, disse Dr. Longato. Já para Dra. Harumi Eguchi, o que mais impressionou foi a capacidade tecnológica e grandeza da empresa: “Superou minhas expectativas!”, disse. A Comitiva formada também por convidadas e cônjuges do VA Noriaki, Sra. Marcelina Wada, e do presidente da NUCLEP, C.Alte (RM1) Seixas,…
Nossa Gerência Geral de SMS não para nas ações de combate e prevenção à Covid-19! Sob o comando do Gerente Geral de SMS, CMG, Dr. Álvaro Camelier, e equipe, a NUCLEP iniciou hoje maIs uma iniciativa de Sanitização no enfrentamento ao Covid -19, com o objetivo  de manter o nosso ambiente laboral ainda mais seguro.
Preocupados com a redução de impactos ambientais e a destinação final de resíduos, a NUCLEP recebeu essa semana (5/7), a visita da Adesso Participações LTDA, empresa responsável por desenvolver tecnologias voltadas para soluções no setor, como Plasma Térmico, Eletrocoagulação Eletrônica e Smartboia. Recebida pelos diretores Administrativo, C.Alte. Oscar Moreira da Silva Filho, Comercial, Nicola Mirto Neto, pelo Gerente Geral de SMS, CMG (RM1), Dr. Álvaro Camelier, pelo Assessor e Engenheiro, Cezar França, e pela Gerente de Meio Ambiente, Viviane Montebello, a comitiva da Adesso conheceu a Estação de Tratamento da NUCLEP, para avaliar a possibilidade de otimização da mesma. “A visita foi importante para mostrar o portfólio com nova tecnologia para tratamento de resíduos, tratamento de esgotos e sistema de monitoramento e rastreabilidade de vazamentos de Hidrocarbonetos. É importante conhecermos o mercado e as novas tecnologias existentes para contratações mais eficazes.”, comentou a Gerente de Meio Ambiente, Viviane Montebello. A comitiva da ADESSO, formada pelos representantes Lindolff Thadeu Carneiro; Armando Marques Terra Passos e Alex Pereira Riski, se surpreendeu com a capacidade e grandeza do piso fabril da NUCLEP. "Estou muito surpreso, o governo tem que valorizar e divulgar a NUCLEP, mostrar que essa qualidade e capacidade são do Brasil.”, comentou Alex Riski.
A NUCLEP, representada pelos seus diretores Administrativo, C.Alte (RM-1) Oscar Moreira da Silva Filho, Comercial, Nicola Mirto, e Industrial, CMG (EN) Affonso Alves, recebeu nessa terça-feira (6), a visita de uma comitiva da Von Suckow Tactical Brasil Industria S.A. - VSK Tactical, empresa responsável por desenvolver e fornecer novas soluções e tecnologias para os setores de defesa e segurança. A comitiva, formada pelos CEO, Marcellus Ferreira, e sócia, Juliana Lacerda, apresentou à NUCLEP a “VSK Protector Plus”, uma tecnologia inédita no Brasil capaz de oferecer proteção contra explosões, cortes por uso de ferramentas abrasivas e fogo, assistiu uma apresentação da diretoria Industrial da empresa e na sequência, seguiu para conhecer as dependências do piso fabril. O presidente da NUCLEP, C.Alte (RM1) Carlos Henrique Silva Seixas, afirmou que visitas como a da VLK ratificam a relevância da capacidade e experiência da NUCLEP para o desenvolvimento desse mercado. “Somos referência às empresas que buscam parcerias na área”, disse. “A visita mal começou e já identificamos vários pontos compatíveis aos nossos interesses. A empresa tem capacidade de fabricação e um alto nível de engenharia”, comentou o CEO da VSK, Marcellus Ferreira. Segundo o diretor Administrativo, C.Alte (RM1) Oscar Moreira da Silva Filho, a NUCLEP tem sido procurada por diferentes segmentos da indústria mesmo no período da pandemia. “Somos essenciais mas definitivamente, diferenciados. A nossa mão de obra qualificada e expertise tecnológica aliadas à capacidade fabril e qualidade corroboram nossa importância na contribuição à qualquer grande projeto. Temos relevância significativa para o desenvolvimento industrial…
A NUCLEP recebeu nessa terça-feira (23), autoridades do Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha (PROSUB), que estiveram de perto, no piso fabril da empresa, acompanhando a obra para AMAZUL - Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A., de fabricação do chamado Bloco 40, parte do protótipo do reator nuclear que está sendo desenvolvido no Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP). Com capacidade e experiência reconhecidas pela Marinha, a NUCLEP está em processo de fabricação, montagem e fornecimento do vaso (cilindro) e estruturas internas de contenção, além do tanque de blindagem primária do chamado LABGENE – Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica, concebido como um protótipo, em terra e em escala real, dos sistemas de propulsão que serão instalados no SN-BR. Parte essencial do Programa Nuclear da Marinha, o LABGENE tem como função permitir a simulação, em condições ótimas de segurança, da operação do reator e dos diversos sistemas eletrônicos a ele integrados, antes de sua instalação no submarino com propulsão nuclear. Formavam a comitiva, o diretor do Centro Tecnológico da Marinha de São Paulo (CTMSP), V.Alte Noriaki Wada, o Diretor de Desenvolvimento Nuclear da Marinha, V.Alte (EN) Guilherme Dionizio Alves, o Coordenador-Geral do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear, V.Alte (RM1/ EN) Sydney dos Santos Neves, o Diretor do Centro de Desenvolvimento de Submarinos, C.Alte Flávio Antoun Netto, o Gerente do Empreendimento Modular de Obtenção de Submarinos, C.Alte Celso Mizutani Koga, e o Gerente do Empreendimento Modular de Obtenção da Infraestrutura Industrial Naval de Itaguaí, C.…