Noticias

  • Superando expectativas, Nuclep antecipa entrega da obra de chapas marginais para o SBR-4

    No dia 3 de agosto, a Nuclep concluiu a montagem e soldagem de 96 chapas marginais e 4 suportes para as Seções 3 e 4 do Submarino Angostura (SBR-4). Cabe ressaltar que a conclusão da obra ocorreu com antecedência de 27 dias em relação ao prazo previsto no contrato com a Itaguaí Construções Navais (ICN), cujo objeto é a construção de 4 cascos de submarinos convencionais, e que está inserido no Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub).

    O programa também prevê a construção do primeiro submarino de propulsão nuclear (SN-BR) do Brasil, cuja assinatura de contrato aguarda a conclusão das etapas precedentes. As chapas marginais são peças estruturais utilizadas para a fixação de tanques ao casco. Já os suportes são parte da estrutura de apoio e fixação do periscópio de ataque.

    Dentro do contrato com a ICN, a conclusão desse serviço abre portas para que mais obras sejam acrescidas ao escopo previsto originalmente, fortalecendo a atual parceria entre a Nuclep e a ICN na condução das obras do Prosub.

  • Mais dois engenheiros da Nuclep recebem título internacional de Soldagem

    - por Caíque Pereira & Olivia Kerhsbaumer

    Os engenheiros Jefferson Lins dos Santos e José Renato Azevedo Cortes conquistaram a qualificação de Engenheiro Internacional de Soldagem, aprovados pelo International Institute of Welding – IIW (Instituto Internacional de Soldagem, em tradução própria) em maio de 2018 e dezembro de 2017, respectivamente. O título qualifica os profissionais com base nas normas internacionais ISO 14731 e ISO 3834, que definem tarefas, responsabilidades e conhecimentos necessários para o “Pessoal de Soldagem”.

    Há dois anos, os engenheiros da Nuclep Frederico Ribeiro, Frederico Vigorito, Márcio César e Pedro Ivo também receberam essa qualificação. Esses profissionais figuram numa lista seleta de engenheiros qualificados no Brasil.

    Fundado em 1948, o IIW representa a maior e mais importante instituição de soldagem em nível mundial, atualmente com 56 países membros, entre eles o Brasil. A organização é a terceira maior organização internacional, atrás apenas da ONU e da FIFA.

  • Nuclep participa da 70° Reunião Anual da SBPC

    - Por Beatriz Freitas

    Unindo pesquisadores, cientistas, estudantes, autoridades e gestores do ramo da ciência, tecnologia e da educação, o evento debate “Ciência, Responsabilidade e Soberania”

    Pelo segundo ano consecutivo, a Nuclep está presente na 70° Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. O evento que acontece, entre os dias 22 e 28 de julho,  no campus da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), em Maceió, atrai, todos os anos, visitantes interessados de vários níveis sociais, como, pesquisadores, cientistas, estudantes, autoridades e gestores do ramo da ciência, tecnologia e educação.

    Palestraram nessa terça-feira (24), o Gerente de Orçamentação, Paulo Cesar Pereira, que apresentou os desafios da Nuclep em um novo mercado de trabalho, envolvendo a produção do submarino; o Gerente Geral de Produção, Ademir Antonio Fraga Ribeiro, retratou os processos fabris utilizados na construção de componentes nucleares, tais como, a estrutura do gerador de vapor e do vaso de pressão do reator.

    Priscila Pereira, assessora da Diretoria Comercial, e Nathália Horta, representante da Comunicação, exibiram no estande, que dividiu o espaço com a INB e a CNEN, as maquetes das construções produzidas na Nuclep. O ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, e sua comitiva prestigiaram o Estande da Nuclep na abertura.

    Há 70 anos, a SBPC, junto aos parceiros, exerce importante influência em âmbito científico, educacional e tecnológico, entres outras áreas de interesse nacional, abrindo espaço para debates e troca de conhecimento.

  • A Nuclep se une ao Rotary Club de Itaguaí em Campanha do Agasalho

    - Por Beatriz Freitas

    A Nuclep aderiu à Campanha do Agasalho promovida pelo Rotary Club de Itaguaí e conta com o apoio dos nuclepianos para colaborarem com doação de cobertores, mantas, roupas de frio, sapatos, meias entre outras peças, novas ou usadas.

    O mote da campanha do Rotary é “Doe um agasalho e aqueça um coração! Quem precisa, agradece!”. As arrecadações serão entregues pelos próprios rotarianos em abrigos, lares de idosos, moradores de rua entre outros necessitados. O ponto de arrecadação está localizado próximo ao restaurante principal.

    Participe!

  • Funcionários da Nuclep recebem treinamento para gestão de contratos

    Por Olivia Kerhsbaumer

    A Gerência Geral de Compras e Serviços, organizou, através do Instituto Protege Escola Brasil, diversas palestras e oficinas na Nuclep durante o mês de junho e o início de julho. Os treinamentos ocorreram com foco em todos os funcionários que são fiscais e gestores de contratos na área administrativa e fabril.

    “Os cursos aconteceram em cumprimento a uma programação do contrato com o Instituto Protege, firmado em 2015, sob o regimento da antiga Lei das Estatais. O contrato previa essas oficias referentes aos novos manuais de execução de licitação contratual e fiscalização e gestão de contratos”, esclareceu o auditor da Gerência Geral de Compras e Serviços, Renato Farias Barbosa.

    O Instituto Protege possui um grupo de juristas, gestores públicos, acadêmicos, juízes, conselheiros, desembargadores e ministros, que atuam no apoio à eficiência da gestão pública e da segurança jurídica dos gestores, oferecendo-lhes tranquilidade e confiança para lidar com os órgãos de controle.

    As aulas acontecem no Auditório da Presidência e abordaram o novo regulamento com base na Nova Lei das Estatais, o novo manual de licitação e contratação e a função dos gestores e fiscais de contratos. Para o auditor, é importante que os funcionários tenham esse conhecimento para expandir o entendimento de suas responsabilidades como fiscais e gestores.

    “O objetivo foi capacitar e levar conhecimento às pessoas que lidam com contratos, para que todos tenham consciência do que estão fazendo. Eu acredito que atingimos o objetivo”, declarou.

  • Terminal Portuário da Nuclep recebe simulado de emergência ambiental

    - Por Olivia Kerhsbaumer

    A Gerência de Meio Ambiente realizou, no dia 04/07 (quarta-feira), o Simulado de Emergência Ambiental do Terminal Portuário da Nuclep. O objetivo foi demonstrar, por meios práticos, os procedimentos e ações necessários para casos de acidentes ambientais.

    A situação foi demonstrada por meio de uma cena de colisão de uma embarcação com o dolfim de atracação, que gerou um vazamento de óleo representado pelo uso de mantas absorventes. No simulado, a equipe operacional do terminal detectou o vazamento e avisou a central de emergência, que imediatamente acionou a brigada ambiental e a empresa Hidroclean, encarregada de prestar o serviço de atendimento à emergência de vazamento de óleo no mar. Os órgãos externos também foram informados em obediência ao fluxo de comunicação do plano de ação de emergência ambiental.

    O simulado de emergência ambiental do Terminal é um procedimento anual obrigatório para cumprir a exigência da licença de operação da Nuclep e da legislação ambiental vigente. Além disso, a cada semestre são realizados treinamentos teóricos e práticos para a formação da brigada ambiental.

  • Nuclep forma 36ª turma de Jovem Aprendiz

    - Por Olivia Kerhsbaumer

    O Centro de Treinamento Técnico realizou, no dia 04/07 (quarta-feira), a solenidade de encerramento do Curso de Aprendizagem Industrial da 36ª turma de Jovens Aprendizes da Nuclep. O evento aconteceu no Auditório da Presidência e contou com a participação da Diretoria Executiva, da Gerência Geral de Inovação e Formação Técnica e dos instrutores.

    O presidente, Carlos Henrique Silva Seixas, destacou a importância do Centro de Treinamento Técnico na conjuntura social e cumprimentou a equipe responsável pelo curso.

    “Parabenizo os instrutores, os responsáveis pelo Centro de Treinamento e os formandos do curso. Desejo que levem daqui o conhecimento e a qualificação técnica passada por todos nossos profissionais”, declarou.

    O Curso de Aprendizagem Industrial é destinado à educação profissional de jovens aprendizes capacitados para atender as atuais exigências do mercado de trabalho. A turma de 2017 contemplou 47 jovens que, diante das ações didático-pedagógicas do curso articuladas e integradas entre teoria e prática, receberam a qualificação profissional nas áreas de caldeiraria, desenho técnico, mecânica de manutenção, solda e tornearia.

  • Nuclep apoia Fórum Nacional de Gestão da Ética nas Empresas Estatais

    A Nuclep firmou, no mês de junho, o Acordo de Cooperação Técnica e Financeira para a manutenção e definição de regras para o funcionamento do Fórum Nacional de Gestão da Ética nas Empresas Estatais. Além da companhia, empresas como a Eletronorte, Eletronuclear, Eletrosul, Infraero, Furnas, INB e Petrobras, também apoiaram a iniciativa.

    Para saber mais acesse https://bit.ly/2Kj9Fh6

  • A Nuclep na busca de novos negócios

    Atuando no mercado em consultoria especializada em Marinha Mercante, Offshore e Petróleo e Gás, a Portal Marítimo esteve quarta-feira, dia 20, prospectando parceria de negócio com a Nuclep para instalação de empresa de apoio offshore.

    De acordo com o presidente Carlos Henrique Silva Seixas, o encontro inicia uma parceria que pode consolidar a Nuclep em um dos setores de maior prospecção no estado. “Abriu-se um canal de negócios com a Portal Marítimo, que é uma das mais bem-conceituadas empresas de consultoria do Brasil. Esperamos em breve o desdobramento deste encontro”.

  • A caminho da renovação da ASME III

    - Por Olivia Kerhsbaumer

    A Nuclep executou, no dia 05/06, o primeiro corte da chapa de aço do item demonstração para a qualificação da empresa como fabricante habilitado de componentes nucleares, segundo o código ASME III. O processo será realizado por meio da auditoria conduzida pela agência inspetora do ASME – USA e terá início em julho de 2018 ano com finalização em agosto do mesmo ano. A Certificação pelo Código ASME III é primordial para a fabricação de componentes nucleares para geração de energia elétrica em usinas nucleares. “Este é o maior diferencial da NUCLEP perante as demais empresas de caldeiraria pesada no âmbito do mercado nacional”, destacou o gerente geral de Produção, Ademir Antonio Fraga Ribeiro.

Páginas