Marinha do Brasil e NUCLEP debatem novas oportunidades em São Paulo

Sempre conectado aos anseios da Marinha do Brasil e em seus propósitos para fortalecimento do nosso setor Naval, o presidente da NUCLEP, Contra Almirante Carlos Henrique Silva Seixas, esteve ontem (25.9) em São Paulo, no Centro Tecnológico da Marinha, em reunião com os Diretores da Amazul Tecnologia S.A., da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha e do próprio CTMSP.
 
Na pauta, a definição da companhia para a retomada da fabricação do Bloco 40, o Reator Nuclear do Laboratório de Geração Nucleoelétrica. O LABGENE é parte essencial do Programa Nuclear da Marinha (PNM), ele é o protótipo, em terra, da planta nuclear do futuro submarino com propulsão nuclear brasileiro (SN-BR). Servirá também de base e de laboratório para outros projetos nucleares de potência no Brasil.
 
Presentes ao encontro com o C. Alte Carlos Henrique Silva Seixas; o Diretor-presidente da AMAZUL, Vice-Almirante, Antonio Carlos Soares Guerreiro; o Coordenador Comercial da AMAZUL, Comte. Nilo de Almeida (CF); o Diretor do CTMSP, Vice-Almirante Noriaki Wada; além do Diretor de Administração e Finanças da AMAZUL, C. Alte Antônio Bernardo Ferreira, e do Diretor de Desenvolvimento Nuclear da MB, C. Alte Guilherme Dionizio Alves.